Estudo de Novas Tecnologias e Metodologias em Instituições Públicas de Ensino

Um tema bastante recorrente nas conversas do corredor da faculdade e dos eventos no qual já participei, é o fato do ensino nas faculdades de TI não suprir a demanda do mercado por conta da falta de cadeiras que tratem dessas novas tecnologias.

O Grande Dilema:

Estudar para a faculdade e se formar, pegar logo o diploma e entrar no mercado sem uma real experiência;
Ou meter a cara e estudar coisas por fora e deixar a faculdade em segundo plano(Consequentemente atrasar o tempo de formação).

Problema na Instituição:

Em instituições públicas um grande problema é a comodidade dos funcionários que trabalham nela, visto que um professor não tem a necessidade de aprender novas técnicas de ensino ou novas tecnologias, já que tem seu emprego garantido e não depende disso. Isso torna quase que impossível aprender na faculdade algo que seja com um “boom” no mercado.

Dessa forma os professores acabam ficando com um atraso no conhecimento de novas matérias, e muitos tem até medo de admitir isso, como se fosse algum crime um professor saber menos que um aluno. Professores também são humanos, e estão aí para nos guiar, nos preparar para o que vem depois. Agora se o professor vê que seus alunos sabem mais que ele e não da a mínima para isso, se ele não tenta correr atrás, isso sim é um GRANDE PROBLEMA.

Possível Solução

Outro dia descobri na faculdade uma matéria optativa de Web2.0 em que o professor pedia aos alunos para pesquisarem sobre a matéria e cada um aparecia com um material, cada um focando em tecnologias distintas. Vendo isso pensei que este pode ser justamente um bom meio de integrar o estudo externo com o da faculdade:
Uma matéria optativa em que os alunos são responsáveis pela ementa.
Aluno:
Cada aluno/grupo de alunos escolhe alguma tecnologia para pesquisar dado um determinado assunto.
Após um certo prazo, os mesmos devem preparar uma aula sobre o que pesquisaram e passar isso para o resto da turma.
Professor:
O professor tem como objetivo auxiliar os alunos em suas pesquisas, e na maneira de preparar a aula e suas apresentações.
Como resultado final:

  • Os alunos conseguem estudar aquilo que o está sendo pedido no mercado.
  • A faculdade forma alguém mais preparado(mais valor ao diploma)
  • E o professor consegue aprender ao menos a idéia básica de algo novo, sem nem ter que fazer cursos para isso.

Com isso acredito que seja possível fazer com que os estudos externos a ementa atrasada das faculdades possa ter alguma relevância para a faculdade, contando créditos e nota. Além disso acredito que isso incentiva a própria instituição a fazer uma modificação na ementa, e incentiva outros professores a aprenderem e correrem atras de novas técnicas de ensino.

About arruda

Adoro programar, descobrir novas frameworks ágeis e suas diversas aplicações.