Steam no Linux – Primeira Impressão

Essa semana decidi testar o Steam no linux, e ver quais jogos eu podia jogar nele, eis minha experiência:



Instalação

Meu SO é um Ubuntu 14.04 usando o Gnome 3, por isso achei que fosse ter infindáveis problemas, mas no fim das contas, para instalar só foi preciso ir no site da Steam e clicar em download.

Uma vez feito o download do .deb executei ele e concluí assim a instalação.

Epa, não ta Rodando

Agora para rodar, ai foi outra história.

Quando ia abrir o Steam recebia o aviso: “Missing 32-bit libraries: libGL.so.1″.

Para resolver esse problema não foi assim tão dificil quanto imaginei, consegui achar essa referência: Fix for Steam: “Missing 32-bit libraries: libGL.so.1″.

Basicamente a ideia é criar/editar o arquivo /etc/ld.so.conf.d/steam.conf, colocando nele:

/usr/lib32
/usr/lib/i386-linux-gnu/mesa

e depois rodar:

$ sudo ldconfig

Não precisei re-instalar o libgl1-mesa-glx:i386, foi só tentar abrir novamente o Steam que deu tudo certo.

Jogando com a Placa de Video Dedicada

No meu caso tenho uma Nvidia, e já tinha instalado os drives da placa de video (acho que é o Bumblebee), assim para rodar alguma coisa usando essa placa era só rodar usando o comando primusrun.

Então, seguindo a pagina da própria Steam, para fazer um determinado jogo rodar com esse comando, basta que, na Steam:

  • Selecione o Jogo
  • Clique em Proprieties
  • Clique “Set Launch Options…”
  • e coloque: primusrun %command%
  • clicar em OK e Close

Depois disso o jogo vai rodar usando a placa Nvidia =D

Jogos disponíveis

Não tenho uma infinidade de jogos, então não sei se vale muito o que vou dizer, mas dos meus 13 jogos (nossa! tudo isso!) 8 rodam no linux.

Alguns dos jogos que rodam no linux:

  • BioShock Infinite
  • The Cave
  • Dota 2
  • Portal 2

Geral

Bem, no geral achei que o desempenho do Steam e dos jogos foi muito bom, não senti nenhum problema (até agora…).

Então, para quem ta deixando para depois, aconselho a dar uma chance a jogar seus jogos no linux também… quem sabe um dia não de pra aposentar de vez o windows?

About arruda

Adoro programar, descobrir novas frameworks ágeis e suas diversas aplicações.