Configurando seu Eclipse para C/C++

Depois de muito tempo programando em IDEs simplistas como Dev, ou exageradas como microsoft c++, finalmente descobri a IDE que supre todas as minhas necessidades de programação em C/C++:
Eclipse

Para aqueles não familiarizados com o nome (não, não tem nada haver com vampiros que brilham no sol), o Eclipse é uma das melhores IDEs de Java no mercado, junto com Netbeens e outras.
Mas, indo direto ao que interessa, essa magnífica ferramenta possui certas facilidades como:

  • Auto-completar
  • Simplicidade de uso
  • Roda leve como uma pluma.

Bem, basicamente é como eu digo: “Não programe, deixe que o Eclipse programe por você.”

Não vejo muito sentido em ter que escrever todas as linhas de código quando já existem IDEs que são capazes de tal feito.



Instalação:

Para instalar o Eclipse C/C++ na sua maquina, basta fazer o download do programa:
Eclipse Galileo C/C++
(Sistemas de 64 bits: Eclipse Helios C/C++)

E escolha a versão compatível com sua maquina.

Após o download é necessário instalar algum compilador de C e ou C++.
Windows: http://sourceforge.net/projects/mingw/files/Automated%20MinGW%20Installer/

Linux(Ubuntu): $sudo apt-get install g++ gcc

 

Criando um Novo Projeto:

Após a instalação de um compilador, basta iniciar o seu Eclipse recém baixado, clicar File->New->C++ Project(ou C Project dependendo do que você quer).
Escolha um nome para o projeto, Ex: Projeto1.
Selecione um Toolchain(mingw para windows, linux gcc para ubuntu, ou seu compilador preferido) e clique em “next”.
Depois escolha o que você quer usar, realease(executavel normal) e ou debug(debugger) e clique em “finish”.

Pronto! Seu projeto em C/C++ em Eclipse já está pronto para ser usado.

Adicionando Arquivos Fonte ao Projeto:

Para incluir um arquivo ao projeto, clique com o botao direito no projeto, vá em “new->file” e digite o nome do arquivo.

Opcionalmente você pode escolher criar um arquivo Header(arquivo.h), Source(arquivo.c/cpp) ou uma classe(classe.h e classe.cpp).

Executar um Projeto:

Para executar um projeto basta ir em Run->Run(Tecla de atalho Ctrl+F11)
Detalhe, que ao fazer isso seu projeto será automaticamente recompilado.
Para recompilar um projeto, basta clicar na seta ao lado do icone de um Martelo, e selecionar a opção que você deseja(Release ou Debug).

Debugando No Eclipse:

Clique com o botão direito do mouse no canto esquerdo do arquivo(Onde aparece a numeração das linhas) em cima da linha em que você deseja adicionar um ponto de parada(BreakPoint), e selecione a opção Toggle BreakPoint.

Clique em Run->Debug(Tecla de atalho F11).
Será dado um aviso pedindo para mudar para a perspectiva de Debug(aconselho marcar que sim).
Na perspectiva de debug utilize F6 para avançar e F5 para entrar em um metodo(apesar de eu nunca me entender bem com esse cara, mesmo no Java).

Numa janela ao lado estão disponíveis as variáveis e seus valores, tao como os BreakPoints do seu projeto(você pode habilitar ou desabilita-los por ali se quiser).

Facilidades do Eclipse:

Vou falar apenas da mais famosa e mais utilizada de todas:

Ctrl+Espaço = Auto-Completar.

Essa opção permite que você acelere sua codificação em um tempo incalculável(Tá eu talvez eu que seja ruim em calculo).
Ex:
Classe instanciaComNomeGrande = new Classe();

Escreva “inst” e aperte Ctrl+Espaço e veja o Eclipse selecionando a instanciaComNomeGrande da lista de possíveis opções para você.
Mas vai além, após por um . em instanciaComNomeGrande e usar o auto-completar, ele te dará a lista de opções de métodos e variáveis dessa instancia!

Enfim… são muitas as facilidades que essa IDE proporciona, para aqueles que desejam saber melhor sobre as 3 teclas mais uteis da IDE(Ctrl+1, Ctrl+3, Ctrl+Espaco) pode ver esse post que fala bem delas.

About arruda

Adoro programar, descobrir novas frameworks ágeis e suas diversas aplicações.